Formação
02.Mar - A dor escava em nós o que depois a alegria vai encher
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
A dor escava em nós o que depois a alegria vai encher



Ao falar da alegria todos sabemos que ela é uma espécie de sinfonia incompleta. Há aquele poema de Khalil Gibran, no profeta, em que se olham juntas a alegria e a tristeza: "Quando estiverdes alegres olhai para o fundo do vosso coração e vereis aquilo que vos dá alegria não é senão aquilo que vos deu tristeza. Quando estiverdes alegres olhai para o fundo do vosso coração e vereis que realmente chorais por aquilo que antes vos tinha encantado. Alguns dizem, a alegria é maior. Mas eu digo-vos: são inseparáveis, vêm juntas...". A alegria nós a sentimos assim, a sentimos como uma balança cuja descida ou subida não podemos evitar. Nesse sentido, a alegria é este frágil dom. Este dom que tem, muitas vezes, com o sofrimento e com a dor, uma conaturalidade. Como ensina o poema, não é sábio criar oposições porque o alaúde foi construído a navalha, e depois solta uma música incrível. Muitas vezes, é a dor que escava em nós profundidades que, depois, a alegria vai encher. Nesse sentido, a alegria é filha da esperança, é fruto da esperança. 

- O pequeno Evangelho da Alegria. 


Fonte: Comunidade Católica Nova Aliança

Indique a um amigo
 
NEWSLETTER: Informe o seu e-mail para receber as nossas novidades
Contato
  • ESCRITÓRIO

    Avenida Miguel João, 463, Anápolis/GO - Centro

  • (62) 3943-5555


  • Ou

    CEP: 75020-360

  • Dúvidas, críticas e sugestões
  • A sua opnião ajuda a construir um serviço de qualidade. Por isso, envie-nos suas sugestões, críticas e elogios ou dúvidas.

  •  

    Copyright © 2018 Comunidade Católica Nova Aliança. Todos os direitos reservados.