CONTEÚDO
Notícias
 
14.Out - Coração Missionário
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Coração Missionário

Você tem um coração missionário? Seu coração bate forte para sair pelo mundo e anunciar o a boa nova de Jesus?

Conhecendo o coração missionário da Padroeira das Missões: Santa Teresinha do Menino Jesus, sob o olhar da missionária Renata do Carmo Ribeiro (postulante da Comunidade Católica Nova Aliança), percebemos que todos podemos e devemos ser missionários, sem precisar sair de casa. Acompanhemos...

Coração Missionário


Uma alma missionária que nasceu em Alençon (França), em 1873, e morreu no ano de 1897: Santa Teresinha do Menino Jesus. 
O que mais chama a atenção em sua vida é a audácia. Persistente e obstinada, sempre escolheu tudo. Desde criança já sabia o queria e não desejava pouco. Ainda tão jovem, com o único desejo de fazer a vontade de Deus e, certa de sua vocação, percorre vários lugares do mundo. 
Quantos tormentos, tantos ‘nãos’, inúmeras humilhações; mas nada disso a fez desistir de prosseguir, decididamente, para realizar o sonho de ser toda de Deus. E com a autorização do Papa Leão XIII, entra no Mosteiro das Carmelitas em Lisieux com apenas 15 anos.

Convencida da predileção de Deus por ela, não desejou nada menos que o sofrimento, para poder ofertá-lo ao Senhor pela salvação das almas e pela igreja. Compreendeu muito bem sua missão e se tornou a padroeira das missões, sem nunca ter saído do Carmelo. Ela dizia: “Compreendi que a igreja tinha um Coração, e que este coração ardia de Amor. Compreendi que só o Amor fazia os membros da igreja agirem, que se o Amor viesse a se apagar, os Apóstolos não anunciariam mais o Evangelho, os Mártires se recusariam a derramar seu sangue... No coração da Igreja, serei o amor.” E a cada suspiro de dor, refletia o amor!
Compreendeu que a forma de nutrir o amor era através dos sacrifícios e que uma alma abrasada de amor não consegue permanecer inativa. Ela buscava nas pequenas coisas demonstrar o seu amor ao Senhor, mortificações diárias, como: não enxugar o suor do próprio rosto, não responder aos impulsos, prestar pequenos favores e etc. Tendo sido tão bem cuidada por sua família, cheia de mimos e agrados, renuncia a tudo para abraçar o Tudo, que é nosso Senhor.
Abandono, confiança e amor! Se abandonou na vontade de Deus, como criança se abandona nos braços do pai. Sem medo de sofrer, confiou em tudo na graça e na vontade de Nosso Senhor. Amou, simplesmente amou, com todo amor que recebia de seu Amado! E por esse amor, teve a coragem de se lançar. Desejava o céu, sonhava em viver o Céu fazendo o bem aos da terra.
O ardor missionário de Santa Teresinha aquece os corações missionários e amplia a visão do que é missão. Missão essa que pode ser realizada no escondimento do coração, nas atividades diárias ou de fato no encontro com o outro.

Renata do Carmo Ribeiro

Fonte: Lisiana de Fátima

Indique a um amigo
 
NEWSLETTER: Informe o seu e-mail para receber as nossas novidades
Contato
  • ESCRITÓRIO

    Avenida Miguel João, 463, Anápolis/GO - Centro

  • (62) 3943-5555


  • Ou

    CEP: 75020-360

  • Dúvidas, críticas e sugestões
  • A sua opnião ajuda a construir um serviço de qualidade. Por isso, envie-nos suas sugestões, críticas e elogios ou dúvidas.

  •  

    Copyright © 2019 Comunidade Católica Nova Aliança. Todos os direitos reservados.