CONTEÚDO
Notícias
 
14.Jan - Dia mundial do Migrante e Refugiado
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Dia mundial do Migrante e Refugiado


No Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, Papa Francisco presidiu à santa missa na Basílica Vaticana, em sua homilia, falou a milhares de estrangeiros, encorajando a superarem o medo e se abrirem para um encontro com o outro.


Milhares de migrantes e refugiados de cerca de 49 países participaram da missa celebrada nesta manhã de domingo, (14/01).  Entre os nove mil presentes de vários ritos, a celebração foi composta também pelo coral “ Hope” de Turim que também foi integrada por vários migrantes.

Papa Francisco citou o Evangelho do dia, onde os discípulos  perguntam a Jesus. “Onde moras? ”. A resposta de Jesus: “ Vinde ver! ” Nos direciona a um encontro íntimo, que inclui um tempo adequado para acolher, conhecer e reconhecer o outro.

Seu convite “ Vinde ver! ” É para todos nós, em que superando os medos e resistências que trazemos em nossos corações, podemos ir ao encontro do outro, não somente para respeitar as leis e a cultura e tradições dos países, mas acolher, conhecer e reconhecer que significa, abrir-se à riqueza da adversidade sem preconceitos.

Porém, disse Francisco, o encontro autêntico com o outro não termina no acolhimento, mas compromete em outras três ações evidenciadas na mensagem para este dia: proteger, promover e integrar. O pontífice diz que não é fácil entrar na cultura alheia, sendo assim, acabamos  por

“ Erguer muros para nos defendermos. ”

O medo que rodeia as comunidades é a de que os recém-chegados perturbem a ordem constituída, que “roubem” algo que com tanto esforço foi construída, mas recorda que os recém-chegados também possuem medos: receiam o confronto, o juízo, a descriminação, o fracasso. 

Francisco afirma; “ Ter dúvidas e receios não é um pecado” o pecado é outro.


“ O pecado é deixar que estes medos determinem as nossas respostas, condicionem as nossas escolhas, comprometam o respeito e a generosidade, alimentem o ódio e a recusa. O pecado é renunciar ao encontro com o outro, com o diverso, com o próximo, que de fato é uma ocasião privilegiada de encontro com o Senhor. ”

 

A nossa oração hoje deve ser de um coração desejoso em encontrar com Jesus, presente nos refugiados, onde é recíproca: migrantes e refugiados rezam pelas comunidades locais, e as comunidades rezam pelos recém-chegados e pelos que já estão a mais tempo. 

Francisco finalizou pedindo a intercessão materna de Maria, onde podemos confiar a todos os refugiados e migrantes do mundo, e a todas as comunidades que acolhem, para que aprendamos a amar a todos como amamos a nós mesmos. 


Fotógrafo: Desconhecido

Fonte: Ana Maria Corrêa

Indique a um amigo
 
NEWSLETTER: Informe o seu e-mail para receber as nossas novidades
Contato
  • ESCRITÓRIO

    Avenida Miguel João, 463, Anápolis/GO - Centro

  • (62) 3943-5555


  • Ou

    CEP: 75020-360

  • Dúvidas, críticas e sugestões
  • A sua opnião ajuda a construir um serviço de qualidade. Por isso, envie-nos suas sugestões, críticas e elogios ou dúvidas.

  •  

    Copyright © 2018 Comunidade Católica Nova Aliança. Todos os direitos reservados.