CONTEÚDO
Notícias
 
20.Abr - Vaticano: Papa lamenta nova tragédia com 700 imigrantes no Mediterrâneo
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Papa Francisco audiência


Francisco pede determinação da comunidade internacional para evitar mais mortes


Cidade do Vaticano, 19 abr 2015 – O Papa apelou hoje à intervenção da comunidade internacional depois de mais um naufrágio no Mediterrâneo, com cerca de 700 imigrantes que viajavam com destino à Itália.


“Dirijo um sentido apelo para que a comunidade internacional atue com decisão e rapidez, a fim de evitar que tais tragédias se venham a repetir”, declarou, perante milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro para a oração do ‘Regina Caeli’.


Francisco comunicou aos presentes que desde o início do dia estão a chegar notícias “relativas a uma nova tragédia nas águas do Mediterrâneo”.


“Uma embarcação cheia de migrantes naufragou na última noite, a cerca de 60 milhas da costa líbia, e teme-se que haja centenas de vítimas”, referiu.


O Papa manifestou a sua “mais sentida dor” perante “tal tragédia”: “São homens e mulheres como nós, irmãos que procuram uma vida melhor, famintos, perseguidos, feridos, explorados, vítimas de guerras. Procuram uma vida melhor, procuravam a felicidade”.


“Asseguro a minha recordação nas orações pelos desaparecidos e pelas suas famílias”, acrescentou, pedindo um momento de oração, em silêncio, por parte dos presentes, antes de rezarem em conjunto uma Avé-Maria.


Segundo a imprensa italiana, o alerta partiu de um navio português, depois das operações de salvamento de 28 sobreviventes.


Francisco associou-se ainda à ‘Marcha pela santidade da vida”, que decorre em Varsóvia, na Polónia, encorajando todos a “defender e promover sempre a vida humana”.


A tradicional catequese dominical abordou a ressurreição de Jesus como centro da fé cristã, tendo o Papa afirmando que esta “não é uma teoria, uma ideologia, um complexo sistema de preceitos e proibições, ou um moralismo, mas uma mensagem de salvação, um acontecimento concreto”.


“Se o cristão se deixa tomar pelo comodismo, pela vaidade, pelo egoísmo, se fica surdo e cego à pergunta de ‘ressurreição’ de muitos irmãos, como poderá comunicar Jesus vivo, o seu poder libertador e a sua ternura infinita?”, alertou.


A intervenção concluiu-se com uma oração à Virgem Maria, para que os cristãos possam levar a todos “os dons pascais da alegria e da paz”.


Indique a um amigo
 
NEWSLETTER: Informe o seu e-mail para receber as nossas novidades
Contato
  • ESCRITÓRIO

    Avenida Miguel João, 463, Anápolis/GO - Centro

  • (62) 3943-5555


  • Ou

    CEP: 75020-360

  • Dúvidas, críticas e sugestões
  • A sua opnião ajuda a construir um serviço de qualidade. Por isso, envie-nos suas sugestões, críticas e elogios ou dúvidas.

  •  

    Copyright © 2019 Comunidade Católica Nova Aliança. Todos os direitos reservados.